História

Estive hoje na Praça >Professora Enelinda Scala> localizada na Rua° 43 com a Rua Nilo Póvoas do Bairro Boa Esperança, juntamente com o Sec. Stopa

Estive hoje na Praça ‘Professora Enelinda Scala’ localizada na Rua° 43 com a Rua Nilo Póvoas do Bairro Boa Esperança, juntamente com o Secretário Municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa.
O motivo da nossa visita foi para oficializar nossa indicação para revitalização do espaço público, já garantimos para esta sexta-feira (16), a limpeza do local, que está repleto de caramujos africanos, e a visita do Centro de Zoonoses do Município que irá conter a proliferação do molusco tendenciosa a aumentar em tempos chuvosos. 
Construída no ano de 2009 a Praça Professora ‘Enelinda Scala’ foi projetada para os moradores terem um espaço ecológico com diversas árvores frutíferas tradicionais ao gosto do cuiabano com: tamarindos, mangueiras, cajueiros, limoeiros entre outras espécies nativas do Centro-Oeste.
Já conseguimos firmar com o Secretário Stopa indicando a inserção do local para um projeto de revitalização , que poderá acontecer ainda este ano.
Observamos o problema através do programa Pop Show, coordenado pelo apresentador Everton Pop, da emissora Band, ele nos interpelou e estamos buscando uma solução para o espaço, o primeiro passo será conter o aumento dos caramujos, que trazem risco a saúde da população. 
Agradeço ao amigo Pop e aos moradores da Região do Boa Esperança pela confiança.


Reunião com os moradores dos Bairros Praeiro e Praerinho

Reunião com os moradores dos Bairros Praeiro e Praerinho, onde foi discutido Regularização Fundiária . Pode-se citar que já se encontra em avanço o bairro do Praeiro.Luta na qual teve a participação do amigo Vereador Chico 2000 , juntamente com os moradores do bairro , que ainda acreditam em receber o "Título Definitivo" de sua moradia .Entretanto a situação do bairro Praerinho , dá -se início a esse Sonho , estando presente nele o apoio do Prefeito Emanel Pinheiro e a Associação de moradores , através do Presidente "Japão" e sua Vice Maria Torres. Meus sinceros agradecimentos aos Presidentes ; Antonio Pereira , Diretora Simone Maria Da EMEB Hélio de Souza Vieira,Pres. do Clube de Mães Elizangela Santana , Edson Pires do Jd.Brasil , Reginaldo do Itapaje , Coordenador da casa do Conselho Valdir Donato, Conselheiro Municipal a igualdade Carlos Zulu , e em especial à todos os moradores esperançosos com a regularização fundiária.


Quem foi Teresa de Benguela?

Teresa de Benguela foi uma heroína para a população negra e indígena de Mato Grosso tornou-se símbolo de liderança, força e luta pela liberdade, viveu no século XVIII e rersistiu a escravidão por mais de 20 anos, até meados de 1770. 

Teresa era casada com líder quilombola José Piolho que chefiava o ‘Quilombo de Quariterê’ após o seu falecimento, ela ficou sob o comando tornando-se a ‘Rainha Teresa’. A comunidade negra possuía aproximadamente 79 negros e 30 índios.  

Rainha Tereza comandava a estrutura política, econômica e administrativa com um parlamento e um conselheiro pessoal. Ela enfrentou diversas batidas da Coroa Portuguesa, para isso criou um sistema de defesa na qual realizava troca de armas com homens brancos ou as roubadas das vilas próximas.

Nas fugas muitos escravos não conseguiam quebrar por inteira as correntes de ferro e quando as traziam consigo eram transformados em instrumentos de trabalho, pois, dominavam o uso da forja. No local desenvolvia plantação de algodão e com teares fabricavam tecidos que eram comercializados fora dos quilombos, como também os alimentos excedentes.

O ‘Quilombo de Quariterê’ resistiu até a década de 1730. Tereza foi morta após ser capturada por soldados em 1770. Em 2014 foi aprovada uma lei que institui o dia 25 de julho como o Dia Nacional de Teresa de Benguela e da Mulher Negra.


Quem foi Sarita Baracat?

Conhecida pela celebre frase ‘Onde havia dez crianças eu construía uma escola’ Sarita Baracat Arruda nasceu em 29 de dezembro de 1930 foi uma mulher pioneira na política de Mato Grosso, na educação e emancipação feminina, fumava e usava calças compridas e participava de movimentos políticos da cidade de Várzea Grande.

Ainda jovem Sarita iniciou no magistério e lecionou aulas de sociologia, história e geografia. Em 1957 foi eleita no município de Várzea Grande como a primeira vereadora. Em 1966, após a desistência do candidato oficial da Arena para a prefeitura de Várzea Grande, tornou-se Presidente do Partido e foi eleita como a primeira Prefeita do estado de Mato Grosso em (1967-1970). Como Deputada Estadual (1978-1982) após a divisão do Estado pelo MDB.

Na área da educação Baracat entendia que o ensino era essencial para melhorar a qualidade de vida da população e foi fundadora e diretora da primeira escola agrícola de Várzea Grande, delegada do MEC e Chefe da Auditoria Geral do Estado.

Sarita é torcedora fanática do Clube Esportivo Operário Várzea-Grandense, instituição cuja criação e glórias muito se devem à família Baracat. Atualmente, o Operário é um dos símbolos da população da ‘cidade industrial’, que, por sinal, possui este título graças à política desenvolvimentista da ex-prefeita, centrada na abertura de mercado e incentivo às indústrias.

Em 2017, completou 50 anos de diplomação e posse como Primeira Prefeita do município. Ela faleceu nesse mesmo ano no dia, 09, de outubro, aos 86 anos de idade.

 


Você sabe quem foi Mãe Bonifácia?

Alguns historiadores de Cuiabá dizem que a existência da Mãe Bonifácia é apenas lenda, mas, muitos cuiabanos acreditam que essa personagem realmente possa ter existido.

De acordo com a história Mãe Bonifácia era uma ex-escrava que viveu no século XIX que ajudava os negros fugitivos chegarem até o quilombo, que na época ficava no parque que hoje recebe o seu nome. Naquela época a mata era de difícil acesso e isso proporcionou que o quilombo ficasse no centro da floresta. Local onde hoje está localizado o Bairro Quilombo.

Ela os guiava até o córrego daquela região onde podiam trilhar e despistar os cães dos capitães do mato, por esse motivo recebeu o nome de ‘Mãe Bonifácia’ além fornecer liberdade para aquelas pessoas também as salvava das suas enfermidades, pois, era curandeira e ajudou muitas pessoas. Curandeira, africana, com um vasto conhecimento sobre as plantas. Mas, porque a sua história marcou tanto?

Segundo a lenda quando ficou idosa e doente com varíola deixou de ser procurada e ficou vivendo em um barraco localizado em frente ao atual 44° Batalhão. Após a sua morte surgiram boatos de que ela havia colocado todos os seus bens, joias, pedras preciosas e ouro, em um caldeirão de ferro e enterrado em algum lugar onde morava, onde hoje é o parque, entre os bairros Quilombo e Duque de Caxias.

 


Você sabe por que comemoramos o Dia Internacional das Mulheres em 8 de março?

Muitas pessoas acreditam que o ‘Dia das mulheres’ é uma homenagem às operárias que morreram carbonizadas em uma indústria Têxtil em 1911, mas, na verdade a lutas das mulheres vêm alguns anos antes, desde a introdução de mão de obra feminina nas indústrias.

Na época da Segunda Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial as mulheres trabalhavam sob condições precárias e para mudar essa situação começaram a realizar movimentos pelos direitos trabalhistas, por melhores condições de trabalho; menor carga horária (trabalhavam até 15 horas por dia) e aumento de salários. Elas foram até as ruas para realizar greves e protestos.  

No dia 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos o Partido Socialista para homenagear as mulheres ativistas do país que tinham promovido um protesto devido às péssimas condições de trabalho de Nova York, fizeram uma manifestação como forma de agradecimento pelas lutas daquelas operárias. Nos anos seguintes ocorreram outras manifestações em várias partes do mundo como Berlim, Viena (1911) e São Petersburgo (1913).

Umas das maiores tragédias dos Estados Unidos ocorridas antes do 11 de setembro de 2001 foi ocasionado pelas péssimas condições de trabalho na qual as mulheres já lutavam por muito tempo, ocorreu no dia 25 de março de 1911 quando um incêndio na Fábrica Triangle Shirtwaist m Nova York matou 146 trabalhadoras carbonizadas sendo a maioria costureiras. A tragédia foi atribuída à falta de segurança do edifício.

O evento que originou o ‘8 de Março Dia Internacional das Mulheres’ foi decorrido de uma manifestação que ocorreu na Rússia em 1917 conhecida como "Pão e Paz" onde mais de 90 mil mulheres russas foram às ruas para lutar por melhores condições de vida e de trabalho. Porém somente em 1921 que esta data foi oficializada.

Em 1975 as Nações Unidas (ONU) começaram a comemorar o 8 de março como Dia Internacional da Mulher e em dezembro de 1977, a Assembleia Geral da ONU proclamou o 8 de março como ‘Dia Internacional pelos Direitos da Mulher e da Paz Internacional’.


Parque Estadual Massairo Okamura

A Reserva Ecológica do CPA o Parque Estadual Massairo Okamura inaugurada no dia 8 de abril de 2004 foi constuída para proporcionar lazer e o conceito de desenvolvimento sustentável. Localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça possui 11,93 hectares e uma reserva complementar de 41 hectares.

No espaço verde urbano estão as nascentes que constituem a cabeceira do córrego do Barbado, um dos formadores da bacia do rio Cuiabá. Possui 2 km de trilhas, sanitários públicos, e um centro de educação ambiental. Abriga também: passagem de água, mirante, espelho d´água e a praça "Boé Bororo",

O Parque recebe o nome de Massairo Okamura em homenagem ao vereador de Cuiabá que fundou a primeira Organização Não-Governamental (ONG). Paranaense, o descendente de japoneses, Massairo Okamura, veio para Mato Grosso com 15 anos e tornou-se a primeira pessoa a defender o meio ambiente através da criação da Sociedade Cuiabana de Proteção ao Meio Ambiente.

 


Carnaval da década de Cinquentinha

A década de 50 foi uma das maiores fases do canal em Cuiabá. Foi também quando surgiram as primeiras escolas de samba e os carnavais nos clubes.

Na época as marchinhas eram tocadas no rádio e tinha um programa de calouros no Cine Teatro para selecionar as melhores que seriam tocadas todos os dias. Havia até mesmo compositores para as canções.

A Rádio A Voz D’ Oeste responsável pelo programa de calouros chamado ‘Domingo Festivo’ na ‘Cidade Verde’, era apresentados pelo Rabelo Leite e depois pelo Alves de Oliveira selecionava as marchinhas e colocavam tudo o que acontecia de importante em Cuiabá.

 


Você sabe o que foi o Corso Carnavalesco ?

Nascido na década de 20 ‘Corso’ era um desfile de carros antigos de luxo com capota arriada organizado pela alta sociedade cuiabana. Os foliões vestiam ‘uniformes’ e durante o percurso travavam batalhas de confete e serpentina.

Realizados na rua toda população podia participar independente da classe social, era uma festa que não fazia divisões econômicas entre a população.

Em 1960 com a introdução no país de carros com designer fechados os modelos conversíveis deixaram de ser usado e com o tempo essa tradição deixou de existir.

No ano de 2005 houve uma reedição para comemorar o fato histórico nas ruas da Capital.


Reunião com o Conselho Gestor do Centro de Saúde do Bairro Novo Terceiro

Reunião com o Conselho Gestor do Centro de Saúde do Bairro Novo Terceiro, com presença da Secretaria Municipal de Saúde Elizeth Lucia de Araújo. O encontro foi com o objetivo de colocar em pauta a reforma ,ampliação e a transformação do Centro de Saúde da comunidade em uma unidade do Programa Saúde Família (PSF) , onde destinei Emenda Impositiva de 50 mil , para implementar ações no Consultório Odontológico ,reunião que contou também com a presença do Presidente da Associação de Moradores Sgt Antonio do Carmo, a Dr. Dilma , e o Coordenador da Unidade Emerson Silva, Técnicos da Secretaria, Agentes de Saúde e Moradores.


Dando sequência ao diálogo com os tradicionais engraxates do Centro de Cuiabá o Sr. Aquilino Silva e seu Edinho.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo